segunda-feira, 22 de agosto de 2016

O que é a vida pra você?

Oi gente!
Estava assistindo a uma palestra sobre qualidade de vida e me deparei com um link que levava a uma entrevista do historiador  Leandro Karnal. Então, pegando carona em uma fala do Leandro Karnal  (vou deixar o link no final do post) que respondeu o que é a vida para ele em um programa, vou falar um pouco o que é a vida sob minha perspectiva.

                                                                        Confere aí...rs


                                                              O que é a vida?

A vida é se emocionar com o sorriso de alguém que você ama.
É parar no meio de um dia atribulado, fechar os olhos e agradecer a Deus por estar viva.
A vida é contemplar um nascer do sol extasiada e se emocionar no final da tarde quando ele silenciosamente se despede e sai de cena, sem alarde e com toda a humildade para dar lugar a escuridão da noite.
A vida é se perder em um abraço  e encontrar no seu parceiro um lar.
A vida é sentir o amor sólido que sentimos por nossos filhos. Tão forte e potente que morreríamos sem pestanejar por eles.
A vida é sentir o vento no rosto no meio de uma viagem e sentir-se feliz por algo tão simples.
É reencontrar o amor perdido entre os familiares, e  perceber que o amor é capaz sim de renovar-se.
É chorar em silêncio por não poder tomar o lugar de alguém que amamos quando a pessoa está sofrendo.
É sentir a plenitude da serenidade no meio das páginas de um livro.
É sonhar todo dia e lutar para realizar esses sonhos.
É cair e saber que a queda faz parte. É levantar, sacudir a poeira e seguir em frente.
É captar a beleza de um momento em um click perfeito.
É saborear sem culpa um chocolate quente.
É se realizar no trabalho que se faz e sentir orgulho depois de um dia vencido.
É ter amigos. Mesmo que não sejam muitos... mas  que seja imprescindível que confie nos que considera como tal.
A vida é não sentir vergonha de chorar em público porque,  afinal, chorar é sentir e sentir é VIVER.
A vida é entender que somos finitos e que por isso, é necessário amar e doar-se às pessoas que nos amam.
A vida é reinventar-se sempre.
E finalmente, a vida é ter fé e acreditar que tudo tem um propósito, e o fato de não entendermos de imediato as coisas, não significa que elas não tenham sentido.
A vida é ter a certeza que apesar de nossas dores diárias, vale muito à pena VIVER.

Sheila Guedes


E para fechar, vou deixar  um trecho da crônica "Topada na quina da mesa" do livro do Matheus Rocha  ".  Esta crônica fala da vida, e do amor.  Mas afinal, viver só tem sentido se houver amor. Por nós e pelos outros.




[...] Mas a vida, meu amigo, essa linha não cronológica dos dias, quase sempre surpreende a gente. Testa nossos limites, nos tira da tal zona de conforto e nos leva para a liberdade. [...]
No meio do Caminho tinha um amor, Matheus Rocha,  Pág 157.



Beijo em todos e até a próxima!

Sheila Guedes


Link da entrevista citada no início do post:
https://www.youtube.com/watch?v=cQjmxOmh32c

2 comentários: