segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Letras: O Amor na adolescência



Oi gente!

Estava escrevendo mais um capítulo para meu livro,
 quando uma ideia começou a surgir e 
um texto curtinho escapou por entre meus dedos...
A rapidez do amor na adolescência.

Vem conferir!



O amor na adolescência

Ele entra no Instagram e vê a gata dos seus sonhos. Curte sua foto e chama no Whats.
A identificação é imediata. 
E o papo rapidamente avança.
Em poucos dias, já são íntimos e sabem tanto um do outro
 que só podem ser almas gêmeas.
Criam coragem e marcam um encontro.
Ela capricha na make.
Ele no perfume.
Marcam no shopping e ambos estão nervosos pelo encontro.
Ele chega cedo, mas sai pra dar um rolé,
 porque a gata tá atrasada e ele não quer parecer ansioso.
Ela está nervosa, e acaba se atrasando.
Algum tempo depois, eles se esbarram sem querer.
Se olham e quase não se reconhecem.
Ok, as fotos as vezes confunde, concordam sorrindo.
Vão para um lugar mais reservado e dois minutos depois, 
seus dedos já estão entrelaçados e o beijo é inevitável.
O encontro é mágico.
Toda a magia das conversas nas madrugadas,
 os tomam com força total.
Fazem uma selfie e postam.
Agora são um casal.
A distância, e os horários da escola, 
impedem que se encontrem com frequência, mas 
isso é apenas um "detalhe", já que o AMOR, está a todo vapor.
Eu te amo.
Você é a minha vida.
Não sei viver sem você.
Um mês depois,  o amor está mais firme que nunca.
Ele diz que ela é a "mulher" da sua vida.
Ela diz que não consegue viver sem ele.
O segundo encontro acontece e agora eles querem aproveitar o tempo que tem.
Se pegam pra valer.
Daí, cada um vai pra sua casa. 
Um sorriso estampa o rosto dos dois.
A paixão é fulminante.
O dia a dia impede que eles se encontre com frequência.
Uma novata na escola.
Uma selfie com a galera e com a novata.
Um monte de likes da turma e os comentários na foto dos dois: Lindooooosssssss!
E a briga está formada.  E brigam feio.
Mudam o status do face e apagam as fotos do Instagram.
Terminam pelo WhattSap.
Ela sofre e chora.
Ele também.
Os dias passam e outras fotos são postadas,
As dela com a turma e um garoto novo.
As dele com a galera e a menina da selfie.
O ódio é mortal.
Duas semana depois atualizam o perfil  do Instagram.
Ele com a menina da selfie.
Ela com o garoto  novo.
E as legendas são iguais:
Eu amo você mais do que tudo na vida.
Você é minha vida e um pouco mais.
E o amor de ambos é intenso.
Até a próxima selfie com a próxima garota ou com o próximo menino.
Porque amor de adolescente na maioria das vezes dura
 apenas enquanto não houver concorrência.
Em tempos de internet, é mais fácil trocar de amor
do que reconquistar a mesma pessoa novamente.
É a vida que segue.



Alguém ai se identifica?rs

Beijo em todos!
Sheila Guedes

Nenhum comentário:

Postar um comentário